Arquivo

Posts Tagged ‘japonês bom e barato’

Roteiros gastronômicos em São Paulo

Hoje, resolvemos fazer um roteiro para um fim de semana prolongado, com uma seleção dos melhores restaurantes de São Paulo já blogados por aqui.

Pra facilitar ainda mais a sua vida, dividimos os restaurantes naquelas duas fases do mês: aquela em que estamos ricos no VR e todo dia queremos fazer uma pequena… Ou grande… Ou enorme… Estravagância!!! E aquele período em que VR e salário já acabaram faz tempo:

Para a fase “Tô rico no VR”, nossas dicas são:

Dia 1 – Almoço – Feijoada super tradicional e famosa: Star City ou Bolinha (nessa ordem de preferência)

Caso prefira opções um pouco mais em conta, mas não tão tradicionais, também sugerimos: Casa da Lana, Feijoada da Lana e Pompéia Bar.

Dia 1 – Jantar – Japonês para compensar o pé na jaca do almoço: Sushi Kiyo 

Dia 2 – Almoço – Bistrô Italiano: Arturito

Dia 2 – Jantar – Bistrô Francês: Le Vin ou Le Bouchon

Dia 3 – Almoço – Carnes: El Tranvia

Dia 3 – Jantar – Contemporâneo: Carlota

 

Agora, se você está naquela fase “Salário, chegue logo que eu quero lhe usar!”, nossas sugestões são:

Dia 1 – Almoço – Feijoada boa e barata: Feijoada da Dona Marisa

Dia 1 – Jantar – Japonês: Mugui ou Sukiyaki House

Dia 2 – Almoço: Feira da Kantuta ou Al Árabe

Dia 2 – Jantar: Jorge

Dia 3 – Almoço – Bar do Biu

Dia 3 – Jantar – Porco Rei

Não gostou dessas opções? Na categoria São Paulo tem mais de 60 posts para você personalizar o seu roteiro.

E rico ou não no VR, sempre vale uma passadinha no Doce de Laura para comer um pudim de claras ou no Stuzzi para um sorvetinho!

Anúncios

Sukiyaki House – pra comer um ótimo PF japonês na Liberdade

25/07/2012 1 comentário

Tem dias que a única coisa que me faz feliz é uma comidinha  bem gostosinha com cara de feita pela batchan (avó em japonês)!

Bem, eu tenho muitos dias assim! E aí, eu apelo, já que não tenho mais batchan: corro pro Food Center na Rua da Glória, 111, na Liberdade. É lá que fica o Mugui (que já falamos aqui) e também o Sukiyaki House.

Agora é a vez de falar da casa do Sukiyaki, que é um prato típico de inverno, feito de muitos legumes e carne e que se prepara num fogareiro na própria mesa. Eu adoro também, mas o que me faz sair de casa pra ir lá é o Teishoku da Casa, ou seja, o PF japa!

A gente define de prato feito porque tem o básico pra fazer qualquer pessoa muito feliz e satisfeita:

-Tem gohan (o arroz japonês grudadinho, cozido apenas com água e sem tempero algum. Pode parecer sem graça, mas japa que é japa não vive sem e come com tudo: com pastel, churrasco, lasanha, tudo mesmo!);

– Tem missoshiro (a sopinha de massa de soja com tofu e cebolinha. Em versões incrementadas pode ganhar vôngole, tirinhas de ovo frito e/ ou macarrão)

– Tem um peixe grelhado (geralmente anchova que eu amooo!)

– Tem tempurá (camarão, couve-flor, vagem, cenoura, batata-doce, cebola, tudo empanado separadamente e frito)

– Tem croquetes de batata com carne: o melhor croquete do universo! Se você odeia comida japonesa, vá só pra comer o croquete. A massa é levinha, só de batata, com carne na medida. É do tipo fritura bem feita, bem sequinha. Maravilhoso com uma gotinha de shoyu!

– Tem saladinha de moyashi com ovo de codorna: moyashi é broto de feijão. Ô, dilícia!

– E tem sunomono: conservinha de pepino com gergelim preto!

(e se você acha que comida japonesa precisa ter sashimi sempre, peça o Teihoku Especial, que vem com fatias saborosíssimas de salmão – mas aí precisa chegar cedo pq acaba logo!)

Bem, pra começar a conversa, a gente sempre pede o hiyayako: tofu com shoga e neguí. Ou seja, queijo de soja (no caso do Sukiyaki House é do tipo okinawa, que tem uma textura mais firme e um sabor não tão suave), gengibre raladinho e cebolinha cortada bem fininha. E depois vem o teishoku…

Vejam só a sequência maravilhosa:

tchawans, ohashis, e o tsukemon de entradinha

tchawans, ohashis, e o tsukemon de entradinha

Hiyayako - tofu, gengibre e cebolinha

Hiyayako – tofu, gengibre e cebolinha

teishoku de anchova

teishoku da casa

Na parte de cima da foto: o pote maior tem arroz, o pote menor tem um molhinho do tempura ao qual se acrescenta gengibre, cebolinha e nabo ralado e ao lado tem a sopinha missoshiro.

IMPERDÍVEL!

Ah, o preço? A gente costuma dividir isso tudo por dois e pedir dois refris. Dá cerca de 30 reais por pessoa! E o atendimento? É muito simpático, com jeitão de família. Os donos são muito gente boa e estão sempre por lá.

Um detalhe importante: se você é do tipo que acorda tardão aos sábados, o Sukiyaki House é o lugar ideal pra comer na Liberdade, pois na região, é um dos poucos que serve almoço até as 16h.

Sukiyaki House
R. da Glória, 111 – Liberdade
Tel: 11 3106 4067

Temakeria Paulista – é no Tatuapé!

Eu não gosto de temaki!

A onda do temaki cresceu de uma maneira tão desordenada e louca que tem muita gente vendendo um pedaço de peixe qualquer enrolado e chamando de temaki.

Aí, chegou um dia que, por insistência da minha mãe, fomos à Temakeria Paulista no Tatuapé!

Gente, admito: o negócio lá é muito booommm! Continuo sem gostar de temaki, mas quando vou nesta Temakeria, viro fanática!

Eu li em algum lugar que um bom restaurante japonês não pode, de modo algum, ter cheiro de peixe. Bem, esse requisito tá mais que cumprido.

Sobre a qualidade dos produtos, não há dúvida. Os peixes estão sempre muito frescos, com ótima aparência e sabor yammy! Outra coisa que li por aí: o corte do peixe nunca pode estar opaco, nem gelado. Super cumpre!

O atendimento é bom. Os meninos-garçons são bem atenciosos e nos dias de maior movimento (quase todo dia) tem uma hostess organizando a entrada.

O preço é muito camarada, considerando a qualidade e que comida japonesa, no geral, é cara mesmo.

Lambam os beiços:

Sunomono – conservinha agridoce de pepino com gergelim preto

Guioza – originalmente chinês, este bolinho recheado com carne e legumes é imprescindível!

Salmão Fry – Cubos de salmão empanados, cream cheese e molho tonkatsu

Salmão Ichiban – salmão, cream cheese, cebolinha, shimeji e um molhinho de shoyu

Atum Simples – atum e cebolinha

Sorvete de gengibre com calda de laranja

De sobremesa, também recomendo o Harumaki de maçã e o Tempurá de banana. O yakissoba, a saladinha de tofu e os teppans também passam pela minha mesa quando visito a Temakeria.

Dá um look no sashimi:

Sashimi – salmão, atum e peixe branco

Temakeria Paulista
Rua Serra de Japi, 1216, Tatuapé
tel: 11 2268 0889
2a à 6a das 16 às 24h
Sábado das 12 às 24h