Arquivo

Posts Tagged ‘melhor feijoada de São Paulo’

Roteiros gastronômicos em São Paulo

Hoje, resolvemos fazer um roteiro para um fim de semana prolongado, com uma seleção dos melhores restaurantes de São Paulo já blogados por aqui.

Pra facilitar ainda mais a sua vida, dividimos os restaurantes naquelas duas fases do mês: aquela em que estamos ricos no VR e todo dia queremos fazer uma pequena… Ou grande… Ou enorme… Estravagância!!! E aquele período em que VR e salário já acabaram faz tempo:

Para a fase “Tô rico no VR”, nossas dicas são:

Dia 1 – Almoço – Feijoada super tradicional e famosa: Star City ou Bolinha (nessa ordem de preferência)

Caso prefira opções um pouco mais em conta, mas não tão tradicionais, também sugerimos: Casa da Lana, Feijoada da Lana e Pompéia Bar.

Dia 1 – Jantar – Japonês para compensar o pé na jaca do almoço: Sushi Kiyo 

Dia 2 – Almoço – Bistrô Italiano: Arturito

Dia 2 – Jantar – Bistrô Francês: Le Vin ou Le Bouchon

Dia 3 – Almoço – Carnes: El Tranvia

Dia 3 – Jantar – Contemporâneo: Carlota

 

Agora, se você está naquela fase “Salário, chegue logo que eu quero lhe usar!”, nossas sugestões são:

Dia 1 – Almoço – Feijoada boa e barata: Feijoada da Dona Marisa

Dia 1 – Jantar – Japonês: Mugui ou Sukiyaki House

Dia 2 – Almoço: Feira da Kantuta ou Al Árabe

Dia 2 – Jantar: Jorge

Dia 3 – Almoço – Bar do Biu

Dia 3 – Jantar – Porco Rei

Não gostou dessas opções? Na categoria São Paulo tem mais de 60 posts para você personalizar o seu roteiro.

E rico ou não no VR, sempre vale uma passadinha no Doce de Laura para comer um pudim de claras ou no Stuzzi para um sorvetinho!

Anúncios

Em busca da melhor feijoada de São Paulo – Pompéia Bar

Em nossa eterna busca pela melhor feijoada de nossas vidas, fomos ao Pompéia Bar.

Não tínhamos grandes expectativas, mas eis que fomos surpreendidos por uma excelente feijuca e um ótimo atendimento. Destaque para Dona Olga, atenta a tudo e super simpática!

A feijoada é servida em buffet, por R$ 39,90/pessoa, preços de maio de 2012.

Buffet de Feijoada

Buffet de Feijoada

As carnes são servidas em cumbucas separadas:

Feijão e carnes servidos separados

Feijão e carnes servidos separados

Como acompanhamento: bisteca, farofa, couve, mandioca e diversos molhos, alguns mais apimentados que outros, além do molhinho tradicional de feijoada:

Acompanhamentos e molhos

Acompanhamentos e molhos

Também tinha uma caipirinha para abrir o apetite e laranjas convenientemente descascadas… Adoro!

Caipirinha e laranjas

Caipirinha e laranjas

E para os botequeiros, um buffet de aperitivos para acompanhar a cerveja:

Tira gosto!

Tira gosto!

Mas, voltando à feijuca, para o meu paladar é uma das melhores de Sampa. O caldo do feijão estava perfeito, carnes bonitas, linguiça frita e bisteca excelentes, enfim, tudo muito saboroso:

06_Feijoada

Primeiro prato

A farofa é feita com farinha de mandioca (que nem é das minhas preferidas, gosto mais das feitas com farinha de milho), mas estava molhadinha e macia. Gostei!

Segundo prato

Segundo prato

E o arroz não é parboilizado, como servem em alguns lugares… Mais um ponto positivo para o Bar da Dona Olga!

Falando em Bar da Dona Olga, uma correção: na verdade, o dono é o filho dela. Eles possuem outra unidade, na Avenida Pompéia, no qual também já fomos e comentaremos em outro post.

A unidade da Augusto de Miranda existe desde 1999 e já ganhou diversos prêmios. Dentre eles, o de chopp bem tirado, e o nosso preferido: segundo lugar em higiene, pelo Boteco Bohemia!

Prêmios

Prêmios

Antes de ir embora, um pudim de leite de sobremesa:

09_Pudim

Conclusão: a feijoada é muito boa e merece sua visita. Prove e nos diga se gostou. Pode ser aqui mesmo ou no Facebook!

 

Pompéia Bar:

Endereço: R. Dr. Augusto de Miranda, 712, Pompéia, São Paulo

Horários: 2a a sábado, das 12 à meia-noite.

Telefone: (11) 3872-1769

Site: http://www.pompeiabar.com.br/site.html

Em busca da melhor feijoada de São Paulo: Star City

Hoje, falaremos sobre uma das feijoadas mais tradicionais de São Paulo, embora muitos nunca tenham ouvido falar do Star City.

A casa existe desde 1953, praticamente a mesma idade do Bolinha (veja nossa opinião sobre a Feijoada do Bolinha).

A feijoada do Star City é servida em cumbucas que vêm à mesa com todas as carnes juntas, e é servida a vontade. O preço por pessoa é de R$ 53,90. Um pouco cara, é verdade…

O ambiente é retrô e as mesas pequenas:

Ambiente retrô e pequeno

Origami!

De entrada, trouxeram pães, torresmo, molho de feijoada e laranjas (sim, laranjas! É engraçado, mas veio com a entrada…):

Pães

Torresmo

Molho de feijoada

Laranjas

No cantinho da mesa, assim como vemos saleiros e paliteiros em alguns lugares, havia farinha e molho de pimenta:

Farinha de mandioca

Molho de pimenta

Até aqui, tudo bem. O molho de pimenta estava forte e saboroso, como gostamos. O torresmo é só a pele, não tem carne nem gordura, é bem crocante, e parece baconzitos de tão leve. Eu não sou muito chegado em torresmo, mas para quem gosta deve ser bacana esse estilo de preparo.

Já a laranja, apesar de gostosa, veio com sementes e um pouco de bagaço. Depois da Casa da Lana, ficamos mal acostumados e ficamos na expectativa daquela laranjinha que só a sua mãe preparava para você…

Logo em seguida, vieram os demais ingredientes:

Arroz parboilizado

Mais torresmo, banana a milanesa, couve, bacon, mandioca frita e bisteca

Cumbuca de feijoada (a garrafa de Coca-Cola é para vocês terem noção do tamanho)

Arroz parboilizado não é o nosso preferido, mas tudo bem.

Dentre os acompanhamentos,  o grande destaque foi a bisteca, bem grelhada, muito bem temperada, e com um toque de limão delicioso. Quase pedi o repeteco, mas tinha tanta comida na mesa que fiquei com remorso…

A couve estava bem verdinha, mas eu diria que refogaram um pouco além do ponto ideal. A mandioca não estava boa, não. Muito dura e farinhenta. O torresmo é o mesmo da entrada. A banana estava regular. E o bacon, apesar de um pouco oleoso, tinha muita carne e estava uma delícia.

Quanto à feijuca, a primeira observação é que a cumbuca é gigante para duas pessoas. Reparem na garrafa de Coca-Cola para terem uma noção! Apesar de todo o meu esforço, comemos apenas metade… Repeteco, então, nem pensar!

O caldo não era dos mais bonitos, mas a consistência estava boa, cremosa e o sabor ganhou quase nota máxima desta Cabeça de Gordo. Com relação à aparência, parece-me que tinha muita gordura e que o feijão foi batido no liquidificador para engrossar o caldo.  Não gosto muito desta tática…

Já as carnes ganharam nota mediana. A linguiça e o paio estavam bons e vieram em boa quantidade. Estava difícil de encontrar lombo naquela cumbuca, mas os que encontramos estavam gostosos. A carne seca diria que estava regular, assim como a costela.

No geral, a feijoada estava muito boa. Eu poderia me acabar somente no arroz com feijão, calabresa e bisteca.

O atendimento foi mediano. Um pouco lento, mas simpático e atencioso.

Apesar de algumas restrições, diria que essa é uma das feijoadas imperdíveis de São Paulo. Ela ainda não é a feijoada perfeita que estou procurando, mas é muito boa, tradicional, e a preferida de muita gente. Bom, prove você mesmo e me diga o que achou, combinado?

Em tempo: apesar do forte ser feijoada, há outros pratos no cardápio, como o cassoulet e o filet à cubana.

E não se esqueça de seguir o @EstomagoFeliz no Twitter e de curtir nossa Fan Page no Facebook!

Star City:

End: Rua Frederico Abranches, 453, Santa Cecília, São Paulo, SP

Tel: (11) 3331-2044

Funcionamento: de 3a a sábado, das 11hs às 23hs. Domingo até 17h.

Preço: R$ 53,90/pessoa.

Site: http://www.starcity.com.br

Em busca da melhor feijoada de São Paulo: Feijoada da Lana

E lá vamos nós para o último post do ano sobre feijoadas…

Há algum tempo atrás, escrevemos sobre a Casa da Lana, que não podemos confundir com a Feijoada da Lana, embora ambas sejam da mesma família.

A Feijoada da Lana foi criada pela Lana Nowikow, mas, atualmente, a casa é tocada por sua filha, Luísa. Já a Lana, abriu sua casa para servir uma comidinha de mãe. Às quartas e sábados, ela também serve uma feijoada, já avaliada neste blog.

Voltando ao assunto de hoje, esse é um restaurante para os apaixonados por feijoada. Tem todos os dias (sim, de segunda a segunda)!!!

Para aquele(a) companheiro(a) que não curte o prato, há algumas opções que nem lembro quais são. Essa cabeça de gordo só tem estômago para a musa da casa… De qualquer forma, o importante é vocês saberem que tem alternativas!

O esquema lá é do tipo coma até deixar seu estômago feliz (o que no meu caso, demooooraaa…), por um preço fixo. O preço aliás, não é muito convidativo aos finais de semana. Você vai desembolsar R$ 30,00/pessoa de segunda a sexta e R$ 55,00/pessoa nos finais de semana e feriados.

Todas as carnes são servidas em cumbucas separadas e logo na entrada você se depara com o buffet do caldinho de feijão:

Buffet do Caldinho de feijão

Para temperá-lo, estão disponíveis alho, cebola, cebolinha e pimenta dedo de moça.

Buffet de feijoada

Buffet por outro ângulo...

Nosso caldinho

Nós começamos pelo caldinho que, a propósito, estava excelente. Bem saboroso, não estava ralo nem parecendo tutu de feijão, e pudemos temperar a gosto.

Primeiro prato

No primeiro prato que fiz, provei o torresminho, farofa, costela, linguiça, carne seca, couve e o arroz com feijão. Torresminho, costela e linguiça nota 10. A carne seca estava um pouco dura, a couve já estava um pouco murcha e o caldo de feijão um pouco aguado e levemente salgado. Colocamos um molhinho de pimenta e achei bem fraquinha, viu? Se quiserem uma pimentinha de macho tem que pedir separado, como nós fizemos. Já a farofa, cumpriu seu papel. Em geral, prefiro farofa feita com farinha de milho (questão de preferência apenas). A de lá é feita com farinha de mandioca, mas estava boa.

Segundo prato

No segundo prato, provei o lombinho, que também estava excelente.

Não satisfeitos, fomos à sobremesa:

Buffet de sobremesa

Um de cada...

Como bom Cabeça de Gordo que sou, tinha que provar um de cada, né? Dentre as opções, pudim de leite, pudim de claras, quindim e baba de moça. Eu, particularmente, gostei mais do pudim de leite, embora todas estivessem boas. Minha sugestão: vão e descubram suas preferências!

Com relação ao atendimento, diria que foi bom, mas não excelente. A casa é muito movimentada, o que impede um serviço mais atencioso por parte dos garçons. Entretanto, devo dizer que o pessoal lá é bastante simpático.

Veredito: algumas pessoas não gostam dos restaurantes que cozinham e servem as carnes separadamente. Nós gostamos das duas opções e aprovamos a Feijoada da Lana. Entretanto, nossa preferida continua sendo a Casa da Lana, pois a qualidade é semelhante (afinal, a receita é a mesma e ambas pertencem à mesma família), mas os preços são melhores. Além disso, eu gosto muito do suco de capim cidreira com limão, que não tem na primeira.

Se quiser receber nossos posts em primeira mão, siga-nos no Twitter: @EstomagoFeliz.

Para conhecer a Feijoada da Lana:

Endereço:
Rua Aspicuelta, 421, Vila Madalena, São Paulo
Tel: (011) 3814-9191
 
Preços: R$ 30,00/pessoa de segunda a sexta e R$ 55,00/pessoa nos finais de semana e feriados
 
Horário de funcionamento:
De segunda a sexta das 12h00 às 15h30
Sábado das 12h30 às 17h30
Domingo das 12h30 às 17h00
Feriados das 12h30 às 17h00

Em busca da melhor feijoada de São Paulo – Bolinha

Na nossa busca pela melhor feijoada de São Paulo, não poderíamos deixar de provar a famosa Feijoada do Bolinha, uma casa que existe desde 1946 e desde 1952  serve o que alguns dizem ser a melhor feijoada do Brasil.

Nós fomos em um domingo, por volta de 16h para evitar a enorme fila de espera dos horários tradicionais. Além disso, devemos reconhecer que não somos do tipo que acorda cedo, então, nada mais conveniente.

Ao chegar, ainda havia algumas pessoas esperando, mas fomos confortavelmente acomodados no andar de cima e pudemos aguardar a nossa mesa provando um caldinho de feijão, mandioca frita e torresminhos.

Caldinho de Feijão

O caldinho é servido no esquema self service, com direito a cebolinha e molho de pimenta.

Para acompanhar o caldinho, mandioca frita e torresminhos

Como não queríamos estragar o apetite com o tira gosto, fomos bastante comedidos na porção! Mas tínhamos de provar para poder dizer a vocês a nossa opinião: o caldinho de feijão estava uma delícia, assim como os demais acompanhamentos!

E nossa espera não durou muito. Em cerca de 15 minutos já estávamos provando o couvert:

Couvert: pão, manteiga, pão de queijo e croquetes

Até que estava gostosinho, mas, novamente, essas não eram as estrelas do dia e nos mantivemos firmes à espera da famosa feijuca…

E eis que começaram a chegar os acompanhamentos:

Molho de pimenta, farinha, farofa, caldinho de feijão com pimenta e laranjas fatiadas

Tanto o molho de pimenta quanto o caldinho de feijão apimentado não eram daqueles arretados. A farofa não tem nada de especial. As laranjas estavam um pouco ácidas, mas entendemos que é difícil ter laranjas perfeitas todos os dias, o ano todo.

Logo em seguida, chegou a atração principal:

A estrela do dia!

Carnes da versão light: lombo, paio, calabresa, costela e bacon

Preciso dizer que é o arroz?

Feijão e muito caldo

Até aqui, tudo muito bom. Carnes de boa qualidade, caldo do feijão quase na medida certa (um pouco grosso), um pouco salgada para o nosso gosto.

Couve, bacon e torresmo

Aqui, temos de fazer uma pausa para elogiar esse bacon mortal (em todos os sentidos positivos e negativos que você puder pensar) do Bolinha: é muito bom, até mesmo na opinião do seu cardiologista!

A couve recebeu pouco alho, mas estava bem verdinha e não foi excessivamente refogada, como vemos em alguns lugares.

Bisteca, linguiça e banana a milanesa

Além dos acompanhamentos anteriores, você também pode provar a bisteca, linguiça frita e banana a milanesa. Estava tudo gostosinho e bem feito.

Cafezinho para ajudar na looonga digestão

Para finalizar, um café e biscoitinhos.

Com relação ao atendimento, não temos do que reclamar. Ao chegar, uma hostess organiza a fila e te encaminha para o piso superior para aguardar sua mesa. Os garçons são atenciosos e não se destacaram positiva ou negativamente.

O preço é bastante elevado: aos finais de semana e feriados a  feijoada custa R$ 97,00 por pessoa (come-se a vontade). Com bebidas, serviço e couvert, a conta passa facilmente dos 120 reais por pessoa. Durante a semana, é um pouco mais barato: R$ 80,00 por pessoa.

A qualidade, no geral, é muito boa. Como sou fanático por feijoada e tenho essa Cabeça de Gordo, saí rolando de lá. Entretanto, minha preferida ainda é a Casa da Lana. O custo benefício também é muito melhor (não confundam com a Feijoada da Lana e vejam o nosso post para saber a diferença entre as duas!).

Se preferir uma feijoada de boteco, nossa recomendação é a Feijoada da Dona Marisa. Essa tem um custo benefício imbatível: uma feijoada custa 14 reais e dá para duas pessoas.

Se gostou da recomendação, siga o @EstomagoFeliz no Twitter!

Bolinha

Endereço: Avenida Cidade Jardim, 53, Jardim Europa, São Paulo
Site: http://www.bolinha.com.br
Telefone: (11) 3061-2010

Em busca da melhor feijoada de São Paulo: Casa da Lana

Estava saindo para provar mais uma feijoada em São Paulo quando passamos em frente a uma pequena e discreta casinha na Vila Madalena chamada Casa da Lana.

Imediatamente associamos à famosa Feijoada da Lana que procurei uma vez, mas acho que tinha mudado de endereço. Achei que tinha mudado de nome também, mas na verdade esta é uma segunda casa. A Feijoada da Lana, atualmente, é tocada por sua filha. Dada a reputação dessa senhorinha russa, tivemos de ficar para provar sua feijoada.

E foi a melhor coisa que fizemos. A feijoada lá é excelente! Na minha opinião, desbancou a Feijoada do Betinho, que se autodenomina a melhor feijoada da Vila Madalena. Vejam o nosso post sobre a feijoada do Betinho!

Neste dia, chegamos cedo e fomos os primeiros clientes a nos servir do buffet. Talvez por isso, o caldo do feijão estava um pouco aguado. Entretanto, muito saboroso.

Sal é uma questão de gosto. Para o meu paladar, estava perfeito.

As carnes são preparadas e servidas separadamente. Em uma cumbuca as linguiças, em outra a carne seca, em uma terceira o lombo e costela, por fim os pertences que eu não curto: pé, rabo e orelha.

Os puristas acham uma heresia preparar a feijoada dessa forma, acham que tudo deve ser cozido junto para que os sabores se misturem. Eu acho que eles têm razão, mas prefiro encarar como um outro tipo de feijoada. E, particularmente, estava saborosíssima e já inclusive voltei para provar novamente.

O buffet ainda é composto por um caldinho de feijão, torresmo, couve, arroz, farofa e laranja.

Começamos com o caldinho:

Caldinho de feijão

Muito bom, principalmente com uma pimentinha e cebolinha!

Depois, fomos ao prato principal. Não colocarei as fotos de todos os pratos para não entediá-los com a repetição! Neste dia, minha cabeça de gordo estava com obesidade mórbida! Comi como nunca! Rs…

Primeiro (de muitos) prato!

O destaque fica por conta dos ingredientes cuidadosamente selecionados. A couve bem verdinha, carnes, mandioca e torresmo bem saborosos, irrepreensíveis!

O segundo prato que eu quero mostrar a vocês tem como novidade a laranja:

Segundo prato! Reparem na laranja!

O que me impressionou aqui foi o capricho no corte. Nenhuma semente, nada daquele bagaço mais fibroso, nem sinal da parte branca, somente o gomo, bem doce e suculento!

Outra coisa que fiquei viciado: suco de capim cidreira com limão!

Suco de capim cidreira com limão à esquerda, limonada tradicional à direita

Toda vez que eu vou na Casa da Lana peço o mesmo suco.

Com relação ao preço, não é muito barato. Custa R$ 35,00 por pessoa e só é servida aos sábados.

O atendimento fica a cargo de duas meninas bastante atenciosas e simpáticas. O ambiente é simples e aconchegante. Falta apenas um ar condicionado em dias mais quentes.

Durante a semana, há pratos executivos por 19 reais e um prato especial um pouco mais caro. Se tiver a chance, recomendo que provem os pratos durante a semana também. Tem gostinho de comidinha de mãe, mesmo.

Se gostou da recomendação, siga o @EstomagoFeliz no Twitter e prove a comida da Lana:

Casa da Lana

Endereço: Rua Purpurina, 293, Vila Madalena, São Paulo
Site: 
http://casadalana.wordpress.com/
Telefone: (11) 3892-5645

Horário de funcionamento: de terça a sexta das 12h às 15h e aos sábados e domingos das 12h30 às 16:30h.
Pagamento: dinheiro, cheque, cartões de débito e crédito (MasterCard, Visa) e vales refeições (Smart, VR, Sodexho Pass, Ticket Restaurante, Ticket Restaurante Eletrônico e Visa Vale).

Em busca da melhor feijoada de São Paulo: Feijoada do Valladares!

Na nossa eterna busca pela melhor feijoada de São Paulo, fomos a um boteco já famoso e muito recomendado, o Valladares.

Chegando lá, a primeira confusão: tem o Valladares I e o Valladares II. O primeiro serve apenas petiscos. O segundo é o que serve a feijoada que tanto procurávamos, mas é óbvio que fomos no primeiro, sentamos, olhamos o cardápio, até perguntar ao garçom pela feijoada e descobrir que tínhamos de ir ao outro lado da rua.

A aparência realmente é de boteco, bem copo sujo, mesmo. Seguindo nossa crença quase religiosa de que estes lugares “humildes” muitas vezes guardam excelentes comidas (vide a Feijoada da Dona Marisa), entramos e pedimos a versão light, sem pé, rabo e orelha.

A Feijoada

A consistência até que estava boa, mas achei salgada demais, não estava muito saborosa e as carnes não são da melhor qualidade.

A feijoada veio acompanhada de arroz, farofa, couve e torresmo:

Arroz, farofa, couve e torresmos

O arroz também não agradou. Lembra arroz parboilizado, que eu não curto muito. O torresmo não tinha carne, só pele e gordura. A couve e a farofa estavam razoáveis.

Outra coisa que não agradou foi o molho: estava muito aguado.

Molho

Um ponto positivo é o preço. Não lembro o valor exato, mas acho que pagamos entre 17 e 20  reais na feijoada e um refrigerante de 600 ml.

Resumindo, pode ser que os aperitivos do Valladares sejam bons, mas a feijoada não fez este estômago feliz. Entretanto, nós não desistimos e continuamos em busca da melhor feijoada de São Paulo.

Caso queiram conferir e nos passar suas impressões, seguem as coordenadas:

Valladares

Rua Faustolo, 460, Lapa, São Paulo

Tel: (11) 3865-4211

Horários: 2a a 6a. das 10:00 ás 22:00hs e sáb. das 10:00 às 17:00hs.

E para não perder os nossos posts e os próximos capítulos da busca pela melhor feijoada de São Paulo, sigam o @EstomagoFeliz no twitter!