Arquivo

Posts Tagged ‘croissant’

Croissant na Vila Madalena – Deliparis x Le Pain Quotidien

10/10/2013 1 comentário

Antes de qualquer comentário, as imagens:

Deliparis

Deliparis

Le Pain Quotidien

Le Pain Quotidien

Preciso comentar? Vejam e comparem, puxa vida!

Só digo uma coisa, o sabor deles é proporcional à belezura de seu interior!

Deliparis x Le Pain Quotidien

Deliparis x Le Pain Quotidien

A Le Pain dá um banho na Deliparis, não apenas na qualidade da massa, mas também no atendimento!

Deve ser pré-requisito ser grosseiro pra trabalhar na Deliparis! (burra eu, que sempre tenho péssimas experiências e mesmo assim ainda vou lá de vez em quando. Nunca mais, juro!)

E os preços são bem parecidos. R$6 e R$6,50 respectivamente (set/13).

Le Pain Quotidien
R. Wisard, 138
Vila Madalena
São Paulo

Deliparis
R. Harmonia, 484
Vila Madalena
São Paulo

Anúncios

Dominique Saibron – Um croissant inesquecível

A tara por esse pãozinho vem desde criança. De lá para cá, quase 30 anos se passaram, muitos croissants foram degustados, e eis que em uma viagem à França, em 2006, descubro que os nossos exemplares paulistas não chegam nem aos pés de um bom croissant francês.

Depois disso, procurei similares e nunca achei. Há uns 2 anos, um amigo francês me disse que a Deliparis tinha um bom, à altura das patisseries parisienses. Eu não concordo, mas você pode testar e dar sua opinião.

Em Brasília, fomos ao Daniel Briand, que tem croissants e brioches excelentes (vide o nosso post sobre as aventuras de Brasília), mas, como diria o Álvaro Garnero, este ainda não é o meu croissant!

Quando eu dizia isso à Glutinha ela achava que era exagero, mas eis que surge uma oportunidade de passarmos uma semana em Paris.

Ficamos hospedados na casa de um casal de velhinhos, apreciadores da boa gastronomia, que viveram a maior parte de seus mais de 60 anos na Cidade Luz. O Frédéric é o chef da casa e preparou jantares inesquecíveis. A Jenny, sua esposa, é especialista na tradicional sopa de cebola francesa e tiramissú, também fantásticos.

Ao saberem de nossa paixão, eles nos homenagearam com excelentes croissants no café da manhã quase todos os dias. Diziam eles que não era de um grande chef patissier, mas suficientemente bom para o dia a dia. Para nós, já estava formidável!

Não contentes, perguntamos onde um parisiense iria para comer o melhor croissant da cidade, um local não muito badalado (com isso, queríamos dizer nada de Ladurée nem Pierre Hermé), que provavelmente somente os habitantes locais conheceriam. A indicação foi o Dominique Saibron. Excelente escolha!

Para começar, uma cortesia da casa: pão de azeitonas:

Pão de Azeitonas

Pão de Azeitonas

Muuuuito bom! Com um pouquinho de azeite, então…

Neste dia, a Glutinha pediu uma quiche de legumes com salada e uma cidra:

Cidra Loïc Raison

Cidra Loïc Raison

Quiche de Legumes com salada

Quiche de Legumes com salada

A cidra não tem muita graça, admito, mas a quiche estava muito boa.

Eu queria apenas um croissant e um chá de verbena:

Chá de Verbena

Chá de Verbena

O chá de verbena era de saquinho, não de folhas desidratadas. Rolou uma certa decepção neste ponto…

Croissant legítimo e perfeito!

Croissant legítimo e perfeito!

croissant2

Reparem na beleza interior desse croissant! Imperdível!

O que importa mesmo é que o croissant estava perfeito! Por fora, um mil folhas crocante. Por dentro, quentinho, macio e úmido pela manteiga na medida certa.

O preço deste café da manhã: quiche com salada EUR 8,50, croissant com chá EUR 7,40, cidra EUR 4,20, valores de fevereiro de 2013.

Quanto ao atendimento, até que foi bom. Considerando o padrão francês, até diria que foi ótimo!

E no final, a Glutinha deu o braço a torcer: a parte boa de provar esse croissant é o prazer inesquecível. A parte ruim é que nunca mais ficaremos tão felizes com os disponíveis no Brasil.

Então, já sabe: a ignorância às vezes é uma dádiva, mas se quiser provar um croissant incomparável, e estiver de passagem por Paris, vá ao Dominique Saibron, perto do metrô Alésia, no 14éme arrondissement:

Dominique Saibron

77 Avenue du Général Leclerc, 75014, Paris, França

Um fim de semana pra se esbaldar em Brasília

10/06/2013 1 comentário

“COMO SE NÃO HOUVESSE SEGUNDA-FEIRA!”

Esse foi o lema do fim de semana que passamos em Brasília…só que já faz um tempinho!

E, apesar de ter sido muito bom, tivemos uma certa pregui de postar as comilanças no blog.

Mas de hoje não passa! Confiram o roteiro!

Sexta-noite: Bistrô Nossa Cozinha por Alexandre Albanese

Minicake de robalo com chili cremoso

Minicake de robalo com chili cremoso

Kebab com molho de hortelã e batatas

Kebab com molho de hortelã e batatas

Curry de camarões, arroz aromático e vegetais assados

Curry de camarões, arroz aromático e vegetais assados

Torta de maçã com sorvete de creme

Torta de maçã com sorvete de creme

Vi no site do Nossa Cozinha que eles estão de casa nova desde o ano passado. Pra vcs verem que a nossa pregui de fazer este post durou mais de ano…rss.

Quando fomos, isso tudo mais refris e uma taça de vinho deu R$103,95. Valeu cada centavinho! Voltaria feliz!

Sábado-manhã-almoço: Café Daniel Briand

Acordamos pra comer e fomos direto pro café Daniel Briand, a melhor coisa que me aconteceu em Brasília!

Première Formule: pães, manteiga, queijo gruyere, geléia da casa, croissant, brioche aux amande, pain au chocolat, suco de laranja, patê de campagne e um café!

Première Formule: pães, manteiga, queijo gruyere, geléia da casa, croissant, brioche aux amande, pain au chocolat, suco de laranja, patê de campagne e um café! UFA!

Patê de campagne e cornichon: pães e saladinha verde

Patê de campagne e cornichon: pães e saladinha verde

Bolo mousse de chocolate

Bolo mousse de chocolate

Bolo de nozes

Bolo de nozes

Tá em Brasília? Não almoce, não jante, vá direto ao Café Daniel Briand! Assim, vc não passa pelo perrengue que passamos…ter que escolher apenas duas entre tantas delicias:

tentações do Daniel Briand

tentações do Daniel Briand

Sábado-noite: Restaurante Villa Borghese

Carpaccio

Carpaccio

Gnochi alla Zanello gratinado com molho de carne

Gnochi alla Zanello gratinado com molho de carne

Não cabia mais muita coisa, então apelamos logo pra sobremesa!

Amore Mio: suflê de banana e amêndoas servido caramelado com sorvete e calda de piña colada

Amore Mio: suflê de banana e amêndoas servido caramelado com sorvete e calda de piña colada. (a calda vem num potinho separado)

Na hora do café, um mimo:

Mimos: docinhos infinitos

Mimos: docinhos infinitos

O serviço e os mimos são nota máxima, mas a comida é só ok.  Foi a opção mais fraquinha do nosso tour.

Domingo-almoço-despedida: restaurante Dom Francisco

Batata souflé: batata frita tipo argentina...inchadinha!

Batata souflé: batata frita tipo argentina…inchadinha!

Farofinha de ovo e arroz verde

Farofinha de ovo e arroz verde

Costela de tambaqui - a famosa

Costela de tambaqui – a famosa

Tava lôôôca pra comer a famosa costela de tambaqui do Dom Francisco! E valeu, viu!

Bem, se gostaram, anotem aí:

Bistrô Nossa Cozinha
CLN 402 bloco C loja 60 (virada para a residencial)
Asa Norte – Brasília
Telefone: (61) 3326-5207
http://nossacozinhabsb.blogspot.com.br/

Café Daniel Briand
104 Norte, bloco A, loja 26
Brasília
Telefone: (61) 3326-1135
http://cafedanielbriand.com/

Restaurante Villa Borghese
CLS 201 Bloco A Loja 33
Brasília
Telefone: (61) 3226-5650
http://www.villaborgheserestaurante.com.br/

Restaurante Dom Francisco
Tem vários endereços: http://domfrancisco.com.br/