Início > Franceses, Imperdiveis, Paris > Dominique Saibron – Um croissant inesquecível

Dominique Saibron – Um croissant inesquecível


A tara por esse pãozinho vem desde criança. De lá para cá, quase 30 anos se passaram, muitos croissants foram degustados, e eis que em uma viagem à França, em 2006, descubro que os nossos exemplares paulistas não chegam nem aos pés de um bom croissant francês.

Depois disso, procurei similares e nunca achei. Há uns 2 anos, um amigo francês me disse que a Deliparis tinha um bom, à altura das patisseries parisienses. Eu não concordo, mas você pode testar e dar sua opinião.

Em Brasília, fomos ao Daniel Briand, que tem croissants e brioches excelentes (vide o nosso post sobre as aventuras de Brasília), mas, como diria o Álvaro Garnero, este ainda não é o meu croissant!

Quando eu dizia isso à Glutinha ela achava que era exagero, mas eis que surge uma oportunidade de passarmos uma semana em Paris.

Ficamos hospedados na casa de um casal de velhinhos, apreciadores da boa gastronomia, que viveram a maior parte de seus mais de 60 anos na Cidade Luz. O Frédéric é o chef da casa e preparou jantares inesquecíveis. A Jenny, sua esposa, é especialista na tradicional sopa de cebola francesa e tiramissú, também fantásticos.

Ao saberem de nossa paixão, eles nos homenagearam com excelentes croissants no café da manhã quase todos os dias. Diziam eles que não era de um grande chef patissier, mas suficientemente bom para o dia a dia. Para nós, já estava formidável!

Não contentes, perguntamos onde um parisiense iria para comer o melhor croissant da cidade, um local não muito badalado (com isso, queríamos dizer nada de Ladurée nem Pierre Hermé), que provavelmente somente os habitantes locais conheceriam. A indicação foi o Dominique Saibron. Excelente escolha!

Para começar, uma cortesia da casa: pão de azeitonas:

Pão de Azeitonas

Pão de Azeitonas

Muuuuito bom! Com um pouquinho de azeite, então…

Neste dia, a Glutinha pediu uma quiche de legumes com salada e uma cidra:

Cidra Loïc Raison

Cidra Loïc Raison

Quiche de Legumes com salada

Quiche de Legumes com salada

A cidra não tem muita graça, admito, mas a quiche estava muito boa.

Eu queria apenas um croissant e um chá de verbena:

Chá de Verbena

Chá de Verbena

O chá de verbena era de saquinho, não de folhas desidratadas. Rolou uma certa decepção neste ponto…

Croissant legítimo e perfeito!

Croissant legítimo e perfeito!

croissant2

Reparem na beleza interior desse croissant! Imperdível!

O que importa mesmo é que o croissant estava perfeito! Por fora, um mil folhas crocante. Por dentro, quentinho, macio e úmido pela manteiga na medida certa.

O preço deste café da manhã: quiche com salada EUR 8,50, croissant com chá EUR 7,40, cidra EUR 4,20, valores de fevereiro de 2013.

Quanto ao atendimento, até que foi bom. Considerando o padrão francês, até diria que foi ótimo!

E no final, a Glutinha deu o braço a torcer: a parte boa de provar esse croissant é o prazer inesquecível. A parte ruim é que nunca mais ficaremos tão felizes com os disponíveis no Brasil.

Então, já sabe: a ignorância às vezes é uma dádiva, mas se quiser provar um croissant incomparável, e estiver de passagem por Paris, vá ao Dominique Saibron, perto do metrô Alésia, no 14éme arrondissement:

Dominique Saibron

77 Avenue du Général Leclerc, 75014, Paris, França

  1. Ainda sem comentários.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: