Início > Japoneses, Reprovados, Rio de Janeiro > Japoneses no Rio: Gueisha Hi-Tech

Japoneses no Rio: Gueisha Hi-Tech


Depois de andar um pouco pelo pequeno shopping Casa & Gourmet, lugar recomendado pelos taxistas por suas boas opções gastronômicas, resolvi dar uma chance ao Gueisha Hi-Tech.

Ao ver o nome, tive certeza que não poderia ser bom. Mas, como diria a Glutinha, só havia uma maneira de descobrir…

Então, lá fui eu, testar a minha sorte… Com esse nome, achei que teria uma cosplay na porta para recepcionar os clientes, mas o nome se deve à esteira rolante de 25 metros na qual circulam pequenas porções de sushis e sashimis para quem opta pelo rodízio no balcão.

A casa também possui um rodízio com serviço nas mesas, além do serviço à la carte.

Sozinho, pedi o Combinado Single: 24 peças, sendo “4 sashimis de salmão, 4 sashimis de atum, 4 sashimis de peixe branco, 2 sushis de camarão, 2 sushis de salmão, 2 sushis de atum, 2 salmon skin, 2 tekka makis e 2 califórnias”. Porém, como não curto muito skin e califórnia, perguntei se poderiam substituir por outras opções mais tradicionais (não gosto muito de sushis com frutas, maionese, cream cheese ou hot qualquer coisa). Até aqui, ponto para o restaurante, que substituiu sem problemas por tekka makis de atum e salmão:

Combinado Single

Combinado Single

A apresentação deixou a desejar, com um pouco de gengibre pulando do barco (segundo sinal divino ignorado)… A propósito, fizeram a conserva com gengibre velho, duro, quase esfarelando na boca.

Os sashimis de atum estavam aceitáveis. Os de salmão um pouco pior, mas ainda não tinham destruído todas as minhas esperanças, até que um pedaço de espinha de peixe ficou entalado na minha garganta. Péssimo! Nunca tinha visto nada parecido!

Vamos ao de peixe branco: fibroso, horrível, mal consegui engolir o primeiro pedaço. Deixei todo o resto.

Quanto aos sushis, o arroz estava sem tempero. Acabei comendo, pois sentiria uma culpa enorme se desperdiçasse muita comida. Eis que cheguei ao niguiri de camarão: pior niguiri de camarão que comi na vida! Parecia ter ficado horas de molho em água clorada. A ânsia foi contida com muito pensamento positivo! Até agora não entendo como eles foram capazes de errar tão feio…

Apesar da minha aversão ao desperdício, não deu para comer tudo:

Sobras do Combinado Single

Sobras do Combinado Single

Tudo isso saiu pela bagatela de R$ 57,20: R$ 44,00 pelo combinado single, R$ 8,00 por um suco de melancia com capim limão (melancia passada, capim limão quase imperceptível, e dá -lhe gosto de água clorada!), mais 10% de taxa de serviço.

Junto com a conta, a última piada da noite. Era uma ficha de cadastro perguntando se desejo fazer parte do “Gueisha Class”:

Gueisha Class

Gueisha Class

Imaginem o que eu diria lá em casa se a Glutinha achasse um cartão Gueisha Class na minha carteira, após passar 4 dias no Rio de Janeiro? Rs…

Conclusão: esse restaurante acaba de inaugurar a categoria “Pesadelos do Estômago Feliz”.

Para saber onde não ir:

Gueisha Hi-Tech

Rua General Severiano, 97 – Casa & Gourmet Shopping (antigo Rio Plaza Shopping)

Botafogo, Rio de Janeiro, RJ

  1. 09/08/2013 às 10:16 AM

    kkkk… Tosqueira do início ao fim!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: